Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Sala de Imprensa > Notícias > Em visita à Unimontes, diretor da CAPES destaca crescimento da instituição
Início do conteúdo da página
Pós-graduação

Em visita à Unimontes, diretor da CAPES destaca crescimento da instituição

Publicado: Quinta, 26 Outubro 2017 14:35 | Última Atualização: Quinta, 26 Outubro 2017 14:35

Em visita à Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), na terça-feira, 24, o diretor de Programas e Bolsas no País da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Geraldo Nunes Sobrinho, destacou os avanços alcançados pela instituição em apenas 13 anos de atividades de pós-graduação stricto sensu.

26102017 Pronunciamento
Diretor apresentou dados do crescimento da pós-graduação na instituição

De acordo com os dados apresentados pelo diretor, a Unimontes apresenta um número duas vezes superior à média nacional no percentual de alunos matriculados nos cursos de mestrados e doutorados, o que evidencia um crescimento conquistado nos programas de pós-graduação.

Os números correspondem ao período de 2011-2016 e a evolução alcançada pela Unimontes é de 81%, enquanto a média nacional chega a 41%. Outro dado revelado pelo dirigente está no aumento de titulados. Nestes cinco anos, a Unimontes apresentou um crescimento de 56%. A média nacional no período, de acordo com o Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG), foi de 44%.

“Assumimos a função na CAPES em meados de 2016 e a Unimontes e a USP são as primeiras instituições que visito. Estou absolutamente motivado em estar aqui ao reconhecer os desafios que foram cumpridos pela Unimontes, a partir de uma estratégia multicampi e com o atendimento prioritário à comunidade ao seu redor”, disse. “Vejo na Unimontes os processos similares dos quais participei na construção da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em Campina Grande, minha instituição de origem e interiorana como esta, que atravessou inúmeros desafios para fazer milagres através da educação”.

No encontro, o reitor João Canela destacou a ação da CAPES como uma agência diferenciada no trabalho conjunto com a comunidade acadêmica e científica, com a clara consciência do papel que representa na sociedade. “É extremamente valioso o acolhimento da CAPES com a pós-graduação da Unimontes, apoio traduzido em números consistentes que mostram a evolução nos mestrados e doutorados, na qualificação do corpo docente e na formação de profissionais”, disse.

Pró-reitor de Pós-Graduação, Hercílio Martelli Júnior destacou o currículo do professor Geraldo Nunes como “um histórico de atividades e missões, atualmente a serviço da CAPES, mas já com resultados expressivos no CNPq e na administração direta e indireta do Governo Federal”. Para a pró-reitora adjunta, professora Juliane Leite Ferreira, “a CAPES nos dá a credibilidade para dar continuidade ao processo de evolução da pós-graduação da Unimontes, na qual já foram alcançadas 1,3 mil defesas de teses e dissertações”.

Desempenho
Numa mesa redonda com os coordenadores dos 16 cursos de mestrados e três de doutorados da Unimontes, no auditório do prédio 6, o professor Geraldo Nunes reforçou os números alcançados pela instituição na última avaliação quadrienal da CAPES, com a manutenção da estabilidade dos conceitos na maioria dos programas de pós-graduação (3) e o aumento da nota em 21,6% dos programas, como o conceito 6 na área de Ciências da Saúde, que passa a ser considerado de excelência nacional e internacional.

26102017 Geraldo Nunes
Diretor se reuniu com coordenadores dos cursos de pós-graduação da Unimontes

“Os números são bem impressionantes se considerarmos que a pós-graduação Stricto sensu na Unimontes é relativamente nova, com apenas 13 anos de existência e já com a oferta de 19 cursos”, explicou. Nunes destacou, também, as parcerias com o Governo do Estado de Minas Gerais e a Fapemig no fomento à pós-graduação.

Ele ressaltou como grande conquista o conceito seis alcançado pelo Programa de Pós-Graduação de Ciências da Saúde, que passa a ter acesso ao Programa de Excelência Acadêmica (PROEX), dotação orçamentária para os investimentos em bolsas, custeios e infraestrutura nos mestrados/doutorados com conceitos 6 e 7.

Foram apresentados dados, também, relacionados ao organograma da CAPES, avaliação, acesso e disseminação da produção científica, indução de políticas de estímulo, as modalidades de apoio, descrição dos dados sobre a concessão de bolsas e utilização de cotas, internacionalização acadêmica, cooperação empresarial, colaboração entre países e o impacto das publicações científicas.

(Com informações da Unimontes)

(Brasília – CCS/CAPES)

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES’

Fim do conteúdo da página