Notícias PPGs e ‘NasNuvens’ são apresentados em fórum
Parceria CAPES e RNP

PPGs e ‘NasNuvens’ são apresentados em fórum

Publicado: Quinta, 29 Agosto 2019 18:39 , Última Atualização: Terça, 03 Setembro 2019 17:03

 MG 0166

Os resultados alcançados com o projeto piloto da Iniciativa PPGs foram apresentados aos gestores de tecnologias da informação e comunicação (TIC), durante o encerramento do Fórum RNP 2019, em comemoração aos dois anos da iniciativa. Na ocasião, foram discutidas propostas para a plataforma ‘NasNuvens’. As duas ações são desenvolvidas pela parceria entre a CAPES e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

A Iniciativa PPGs é um projeto para disseminação de serviços e soluções para a ciência nos Programas de Pós-Graduação (PPGs). A proposta piloto foi desenvolvida nas universidades de Brasília (UnB), Federal de Uberlândia (UFU) e Federal de Pernambuco (UFPE), com o envolvimento de seis programas de pós-graduação.

Como explicou Antônio Carlos Nunes, diretor-adjunto de Gestão de Soluções da RNP, “a partir dessa iniciativa, desenvolvemos serviços e soluções de interesse do usuário final dessas instituições, tanto envolvendo gestor de TIC, os coordenadores de programas, professores e alunos”.

Esse projeto, segundo Adi Balbinot Junior, da Coordenação-Geral de Acompanhamento e Monitoramento de Resultados da CAPES, é um salto na qualidade da informação e na disponibilização e visibilidade de dados dos PPGs brasileiros.

 MG 0277

“Os próximos passos são referentes à disseminação dessa iniciativa para os demais PPGs do Brasil, de modo que se torne ampla e beneficie ao máximo os nossos coordenadores e as pessoas que trabalham com a produção da ciência no Brasil”, contou.

NasNuvens
José Luiz Ribeiro, diretor de Serviços e Soluções da RNP, explicou que o ‘NasNuvens’ é uma plataforma que vai acelerar o processo de pesquisa dentro das instituições. Ele conta que a tecnologia de nuvem “é extremamente viável” para o novo modelo de serviço apresentado pela RNP com o apoio da CAPES, que vai além de conectividade. “Ela é racional, gera economia de escala, produz resultado com maior rapidez”, explicou.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Compartilhe o que você leu