Notícias Confira as ações adotadas pela CAPES durante a pandemia
Coronavírus

Confira as ações adotadas pela CAPES durante a pandemia

Publicado: Sexta, 03 Abril 2020 15:48 , Última Atualização: Segunda, 06 Abril 2020 15:36

Desde fevereiro, quando o vírus começou a se alastrar pelo mundo, a elaboração de ações para diminuir o impacto nas áreas de atuação da CAPES são constantes.

IMG 20200312 145025 2

A pós-graduação, educação básica e a distância têm recebido atenção especial da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) diante a pandemia de COVID-19. Desde fevereiro, quando o vírus começou a se alastrar pelo mundo, o monitoramento do cenário e a elaboração de ações para diminuir o impacto nas áreas de atuação da CAPES são constantes.

As sete diretorias da Coordenação trabalham na adoção de medidas para apoiar a comunidade acadêmica e garantir, de forma segura, a qualidade das atividades. Recém-lançado, o Programa de Combate às Epidemias vai conceder 2.600 novas bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado, apoiando até 30 projetos em um investimento de R$ 200 milhões. O edital para selecionar as propostas de pesquisa já está aberto.

A CAPES recomendou a suspensão, por 60 dias, das bancas presenciais de teses e dissertações, orientando que sejam realizadas de forma virtual para evitar a propagação do vírus. Os prazos do Coleta foram prorrogados e o Portal de Periódicos da CAPES, – maior biblioteca virtual do país – a pedido de Benedito Aguiar, presidente da Coordenação, está com acesso gratuito a diversos editores internacionais.

Os bolsistas no exterior recebem cuidado redobrado neste momento. No início de março foram enviadas as orientações para pesquisadores que estavam no exterior ou com viagens agendadas. Também foi criado um grupo emergencial para orientar os mais de 3.300 bolsistas espalhados por 37 países.

Aqueles que quiseram retornar ao Brasil, receberam suporte da CAPES para emitir as passagens de volta com celeridade e não ficarem retidos no exterior. Todas as bolsas internacionais estão mantidas e, em alguns casos, estendidas para não desamparar os pesquisadores. Como medida preventiva, seguindo recomendação feita pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o edital do Programa Doutorado-Sanduíche no Exterior (PDSE) foi adiado.

Para preservar a saúde dos participantes, os programas internacionais voltados para professores da Educação Básica foram alterados. O Programa de Desenvolvimento Profissional de Professores da Educação Básica no Canadá teve seus prazos prorrogados e os participantes do Programa de Desenvolvimento de Profissionais da Educação Básica na Irlanda receberam apoio para retornar ao Brasil antecipadamente. Por fim, o Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores de Língua Inglesa nos Estados Unidos (PDPI) teve o cronograma suspenso.

A CAPES autorizou os polos da Universidade Aberta do Brasil (UAB) a prorrogarem o início das aulas até 31 de agosto. As atividades do Ciência é 10 (C10) também foram adiadas.

A parceria entre a Coordenação e o portal Britannica Escola para capacitação a distância foi reforçada. As salas online aumentaram sua capacidade, passando de 100 para 800 vagas. Só no primeiro trimestre deste ano foram 2.464.748 acessos.

Até a situação se normalizar, a CAPES permanecerá focada em mitigar ao máximo os impactos da pandemia nas rotinas dos bolsistas, programas de pós-graduação e educação básica. A equipe técnica da Coordenação continua com as linhas de contato abertas para oferecer apoio na adversidade.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Compartilhe o que você leu