Pular para: Menu Conteúdo Busca
Alto Contraste: contraste Tamanho de fonte: maior menor reset
Pró-reitores de pós-graduação da região Nordeste e Sul se reúnem na Capes PDF Imprimir E-mail
Publicada por Assessoria de Imprensa da Capes   
Quinta, 05 de Maio de 2011 18:13

Pró-reitores de pós-graduação e pesquisa de instituições de ensino superior das regiões Nordeste e Sul se reuniram nos dias 4 e 5 de maio na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O evento faz parte de uma série de encontros de consulta da Capes com pró-reitores de cada região do país para tratar dos avanços pelos quais a pós-graduação brasileira deve passar nos próximos anos.

 x
Grupo de pró-reitores recebeu orientações sobre concessão de bolsas (Foto: ACS/Capes)

Durante o encontro, o presidente da Capes, Jorge Almeida Guimarães, informou que neste ano as cotas de bolsas no exterior para doutorado-sanduíche serão ampliadas e passarão por um processo de simplificação em sua implementação. "Essa é uma das medidas que contribuirá para o fortalecimento do Brasil internacionalmente na área da graduação e pós-graduação, nos moldes que anunciou a presidenta Dilma", explicou ele.

Guimarães ainda ressaltou a importância da atuação dos pró-reitores no alcance de metas como a ampliação do número de bolsas de graduação-sanduíche. "Somente com a colaboração e programação de vocês conseguiremos dar esse salto significativo na qualificação dos graduandos", completou.

De forma semelhante, a diretora de Relações Internacionais, Denise de Menezes Neddermeyer, também pediu o apoio dos pró-reitores no desafio da cooperação internacional frente às mudanças implementadas por Dilma. "Contamos com vocês na definição de estratégias de internacionalização das universidades brasileiras", ressaltou.

04.05.11.EncontroProReitoresNordeste_001
A expansão das bolsas de estudo no país foi o tema principal do encontro (Foto: ACS/Capes)

Também presente na reunião, o diretor de Avaliação da Capes, Lívio Amaral, explicou aos presentes que os cursos que há três avaliações permanecem com nota 3 receberão orientações de uma comissão, que será formada por área. Amaral também pediu o apoio dos pró-reitores na identificação de programas acadêmicos que hoje tenham a estrutura de mestrado profissional e que não são reconhecidos oficialmente como tal.

Parte da reunião foi dedicada ainda ao esclarecimento de dúvidas em relação à utilização do tutorial de orientação ao preenchimento do aplicativo para inserção de propostas de mestrado e doutorado interinstitucional (Minter e Dinter). "O aplicativo trará transparência e melhor estruturação ao processo de inclusão de propostas, padronizando respostas e facilitando a avaliação", explicou o diretor de Avaliação.

x
A diretora de Relações Internacionais, Denise Neddermeyer, destacou a ampliação de bolsas no exterior. (Foto: ACS/Capes)

Número de bolsas
Segundo o diretor de Programas e Bolsas no País (DPB), Emídio Cantídio, o número de bolsas concedidas para as regiões Nordeste e Sul tem tido um crescimento linear expressivo. Essa situação é constatada pela elevação do número de bolsas destinadas aos programas de pós-graduação das duas regiões.

No Nordeste, o salto foi de 2.378 bolsas de mestrado, em 2007, para 5.743, em 2011; e de 1.073 bolsas de doutorado, em 2007, a 2.748, em 2011.

graficos-nordeste

No Sul, o número de bolsas de mestrado foi de 2.643, em 2007, para 5.540, em 2011. O doutorado da região passou de 1.263 bolsas, em 2007, para 2.979.

graficos-sul-3

Pró-reitores
De acordo com a pró-reitora de pós-graduação da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Marcionila Fernandes, até 2006, a instituição não tinha cursos de pós-graduação e hoje já conta com 13. Para Marcionila, essa conquista se deve ao trabalho desenvolvido pela Coordenação. "A Capes formula sua programação de maneira que seus programas atendam e expandam a demanda em instituições que estão dispostas a produzir, mas que não têm tradição", explicou.

Já para Robert Verhine, pró-reitor da Universidade Federal da Bahia (UFBA), as perspectivas de expansão da pós-graduação apresentadas, tornam o trabalho mais animador. "Os cortes de orçamento neste ano nos davam indícios de dificuldades, mas com essas novidades é certo afirmar que a Capes conseguiu driblar as dificuldades financeiras em prol da capacitação de recursos humanos". Verhine parabenizou também a iniciativa dos encontros regionais. "Esse tipo de encontro é fundamental, pois permite o diálogo direto e aprimora nosso papel de interlocutor entre a instituição que representamos.", completou.

O pró-reitor de pesquisa e pós-graduação da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Mauro Ravagnani, destacou a importância da aproximação entre Capes e os pró-reitores. "Encontros como esse são muito válidos para discutirmos demandas específicas dos programas e abordar melhor a importância do fomento para manutenção e permanência dos programas de pós-graduação. A concessão de novas bolsas irá permitir um salto qualitativo na produção científica brasileira", afirma.

Crescimento da pós
A região Nordeste teve no total um crescimento na pós-graduação de 31,3% desde a última avaliação trienal da Capes em 2007. Pernambuco é o estado do Nordeste com maior quantidade de cursos. São 165 ao todo. A Bahia vem em seguida, com 153 cursos. O Nordeste já conta com uma participação de 16,4% no total da pós-graduação brasileira e assim se aproxima da Região Sul, a segunda com maior número de cursos, com 19,8%. Hoje, são 672 cursos de mestrado, doutorado e mestrado profissional, distribuídos pelos nove estados que compõem a região.

O Sul é a segunda maior região em quantidade de cursos de pós-graduação no país, 810 dos 4.099, ficando atrás apenas do Sudeste. São 494 cursos de mestrado acadêmico, 48 de mestrado profissional e 268 de doutorado, que representam 19,8% do total do país. Também é a segunda maior porcentagem de cursos de excelência. Dos 810 cursos, 91 receberam notas 6 ou 7 na última Avaliação Trienal. De 2007 para 2010, a região Sul teve um crescimento de 24,2% na quantidade de cursos. Nestes três anos 158 novos cursos entraram em funcionamento.

O próximo encontro será com os pró-reitores da Região Sudeste. Os representantes de IES das regiões Norte e Centro-Oeste estiveram na Coordenação nos dias 4 e 5. Confira as matérias.

 
Setor Bancário Norte, Quadra 2, Bloco L, Lote 06, CEP 70040-020 - Brasília, DF
CNPJ 00889834/0001-08 - Copyright 2006 Capes. Todos os direitos reservados.
Participe:Transparência Públcia Selo Acesso BR
Conheça também: MEC | CNE | INEP | CNPq