Pular para: Menu Conteúdo Busca
Alto Contraste: contraste Tamanho de fonte: maior menor reset
Debate aborda educação como processo de inclusão PDF Imprimir E-mail
Publicada por Assessoria de Imprensa da Capes   
Quinta, 26 de Novembro de 2009 16:33

ProfJorgeForumMundial
Jorge Guimarães analisou a educação como processo de inclusão (Foto: ACS/Capes)

A educação é o processo de inclusão real. Os demais são muito esporádicos, têm que ter um componente da sorte. Esta foi uma das análises feita pelo presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Jorge Almeida Guimarães, na quarta-feira, 25, em debate no Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica, realizado em Brasília.

Para ele, é fundamental o Brasil ter um presidente da República que entende que sem educação, ciência e tecnologia o país não tem perspectiva de ocupar espaço superior. Perante a platéia de jovens estudantes de várias partes do país, Guimarães se identificou com o público, por também ter estudado em escola técnica por sete anos e mais quatro em nível superior. “Se não tivesse feito isso, seguramente não estaria ocupando este lugar”, afirmou.

Outro ponto destacado durante o debate foi a inserção de um capítulo especial sobre a educação profissional e tecnológica no próximo Plano Nacional de Pós-Graduação (PNPG), que será proposto para entrar em vigência a partir de 2011.

 

 

Revalidação
Abordado durante o evento, o assunto revalidação de cursos no exterior foi esclarecido. Guimarães explicou aos estudantes que a Capes não reconhece título estrangeiro. Quem revalida são as universidades. Afirmou ainda que não existe dificuldade para revalidação de bons cursos feitos no exterior nas instituições de ensino superior brasileiras, mas enfatizou que “cursos ruins realmente não são reconhecidos.”

PublicoForumMundial
Platéia formada por estudantes e professores do Brasil acompanharam debate em Brasília (Foto: ACS/Capes)

O presidente argumentou que uma pessoa que defende que esses títulos sejam revalidados defende também a má qualidade das universidades. “O sistema brasileiro tem capacidade de atender a todos e a população não pode aceitar essa mercantilização da educação”, concluiu.

O Fórum iniciou no dia 23 e vai até amanhã, dia 27, em Brasília. Acesse o site do evento.

 
Setor Bancário Norte, Quadra 2, Bloco L, Lote 06, CEP 70040-020 - Brasília, DF
CNPJ 00889834/0001-08 - Copyright 2006 Capes. Todos os direitos reservados.
Participe:Transparência Públcia Selo Acesso BR
Conheça também: MEC | CNE | INEP | CNPq