Pular para: Menu Conteúdo Busca
Alto Contraste: contraste Tamanho de fonte: maior menor reset
Tese alerta para o uso indiscriminado de antibióticos PDF Imprimir E-mail
Segunda, 20 de Julho de 2009 10:58

O uso de antibióticos em tratamentos dentários pode - e de preferência deve - ser evitado, pois há alternativas de alta eficácia. Esta é uma das conclusões da tese de doutorado em Odontologia de Rogério Castilho, vencedor do Grande Prêmio Capes de Tese 2008 na área de Ciências da Saúde. Acesse aqui a tese: "Relação da sintomatologia com a presença de microrganismos e endotoxinas em canais radiculares com necrose e suscetibilidade antimicrobiana de bactérias anaeróbicas estritas."

Desde seu mestrado, o professor da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) vem analisando bactérias causadoras de infecções nos dentes. Para ele, existem maneiras de tratar tais problemas de forma a evitar os antibióticos. "Durante nosso estudo, percebemos que as bactérias tinham adquirido resistência a estas substâncias [antibióticos]", afirma Castilho.

Rogerio
Rogério Castilho é o vencedor do Prêmio em Ciências da Saúde (Foto: arquivo pessoal)
"Usar antibióticos pode ser arriscado, pois estamos fortalecendo esses organismos. Assim, no futuro pode se tornar muito mais difícil tratar uma simples dor de dentes", alerta o premiado. Ele acrescenta que existe um projeto de lei que pretende fazer dos antibióticos medicamentos vendidos apenas com prescrição médica.

O pesquisador vai receber bolsa de pós-doutorado de um ano no exterior, certificado e medalha. Brenda Gomes, sua orientadora, também recebe certificado, além de auxílio equivalente a uma participação em congresso, ou igual soma de recursos para o custeio de projeto aprovado pela Capes. Ele está indeciso sobre aonde vai realizar seus estudos. "Penso nos EUA, mas ainda não defini em qual cidade", afirma.

Trajetória - Castilho fez sua graduação em Odontologia na Universidade Estadual Paulista (Unesp). Em seu mestrado, foi bolsista da Capes. Durante o doutorado, passou 14 meses na Health Protection Agency, em Londres, também com auxílio da instituição. De volta ao Brasil, cursou pós-doutorado na Faculdade de Odontologia de Piracicaba.

Atualmente, o vencedor do Grande Prêmio é orientador de doutorado pelo programa de pós-graduação em Clinica Odontológica da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), e de mestrado em Pediatria pela Faculdade de Odontologia da UFPel, ambos com bolsa da Capes. Além disso, é orientador de iniciação cientifica e co-orientador de doutorado em Clinica Odontológica da Unicamp.

Esta é a primeira vez que o pesquisador recebe um prêmio por seu trabalho. Anteriormente, já havia recebido quatro menções honrosas. A mais recente foi entregue pela Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica em 2005, durante seu doutorado. Neste período, publicou 11 trabalhos em revistas internacionais.

Prêmio - No dia 22 de julho os autores das 38 melhores teses de doutorado defendidas em 2007 estarão em Brasília para a cerimônia de entrega de um dos mais abrangentes reconhecimentos da comunidade acadêmica brasileira. Instituído em 2005, o Prêmio Capes de Tese, concedido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), consagra os trabalhos mais significativos nas áreas do conhecimento reconhecidas pela instituição.

Na data também se comemora o aniversário de 58 anos da Capes. O evento se inicia à tarde, com o Seminário Capes 58, seguido da cerimônia de entrega do Prêmio. O local do evento é o edifício-sede da Capes, no Setor Bancário Norte, em Brasília.

Veja o que já foi publicado sobre o assunto:

Tese sobre Orlando Valverde recebe prêmio da Capes
Prêmio Capes de Tese terá premiações especiais
FCW e Capes premiam teses de doutorado
IPG e Capes premiam tese em Física

 
Setor Bancário Norte, Quadra 2, Bloco L, Lote 06, CEP 70040-020 - Brasília, DF
CNPJ 00889834/0001-08 - Copyright 2006 Capes. Todos os direitos reservados.
Participe:Transparência Públcia Selo Acesso BR
Conheça também: MEC | CNE | INEP | CNPq