Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Sala de Imprensa > Notícias > Parceria entre CAPES e Universidade Yale beneficia graduados brasileiros
Início do conteúdo da página
Doutorado

Parceria entre CAPES e Universidade Yale beneficia graduados brasileiros

Publicado: Terça, 10 Julho 2018 18:31 | Última Atualização: Terça, 10 Julho 2018 18:32

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e a Universidade Yale, nos Estados Unidos, se uniram em projeto conjunto que recruta os melhores graduados nas instituições brasileiras para participar do Programa Combinado de Ciências Biológicas e Biomédicas da Yale (BBS), um programa de pós-graduação abrangente e interdisciplinar com oito áreas de estudo: Bioquímica, biologia quantitativa, biofísica e biologia estrutural; Biologia computacional e bioinformática; Imunologia; Microbiologia; Biologia, genética e desenvolvimento de células moleculares; Medicina Molecular, Farmacologia e Fisiologia; Neurociência e Biologia Molecular Vegetal. Os alunos brasileiros selecionados receberão apoio por meio de bolsas concedidas pela CAPES.

O objetivo da iniciativa é preparar os acadêmicos para se tornarem a próxima geração de líderes científicos. Os alunos participantes serão apresentados às práticas críticas, estratégias e convenções necessárias para se tornarem futuros líderes em pesquisas biológicas e biomédicas. Na oportunidade, os bolsistas se reunirão com professores para obter insights sobre como ter sucesso em uma variedade de atividades, incluindo pós-graduação, executando um laboratório de pesquisa de sucesso ou traduzindo descobertas biomédicas básicas em avanços clínicos.

O programa BBS não tem fronteiras departamentais ou geográficas para que os estudantes participantes tenham acesso a cursos, seminários e laboratórios do corpo docente em toda Yale. E, para facilitar o trajeto, o campus principal e a escola de medicina de Yale ficam a uma curta distância um do outro, permitindo aos estudantes a participação em atividades de pesquisa e cursos no campus principal, bem como na Escola de Medicina de Yale e no Campus Oeste de Yale.

Com duração de até seis anos, o programa se diferencia dos cursos brasileiros de pós-graduação. Em seu primeiro ano em Yale, os alunos estudarão de duas a três matérias por semestre e completarão duas a quatro rotações de laboratório. A partir daí, será selecionado um orientador de tese no laboratório em que a pesquisa de doutorado será conduzida.

Candidaturas
As inscrições ocorrem em duas etapas, com prazos distintos. Primeiramente, o candidato submete proposta na página da CAPES até 31 de agosto. O resultado desta etapa está previsto para ser divulgado em 10 de outubro. Os aprovados deverão, então, se inscrever em Yale por meio de um formulário online da universidade americana de 24 de outubro a 10 de novembro. O resultado final será divulgado até fevereiro de 2019 e as atividades em Yale iniciam a partir de agosto do mesmo ano.

Para se candidatar é necessário ser brasileiro e residente no país durante o processo de seleção, ter diploma de graduação e não possuir título de doutorado, dedicar-se integralmente ao curso e não acumular bolsa de outra agência federal, apresentar certificado de proficiência em inglês e comprovante do Graduate Record Examination (GRE).

Acesse o Edital.

(Jéssica Xavier – Brasília – CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES'

Fim do conteúdo da página