Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Sala de Imprensa > Notícias > UFG e UnB desenvolvem cartilhas sobre erosão para estudantes da Educação Básica
Início do conteúdo da página
Popularização da Ciência

UFG e UnB desenvolvem cartilhas sobre erosão para estudantes da Educação Básica

Publicado: Quinta, 23 Novembro 2017 14:26 | Última Atualização: Segunda, 27 Novembro 2017 12:45

Com o objetivo de construir a consciência socioambiental da nova geração de estudantes brasileiros, pesquisadores da Universidade Federal de Goiás (UFG) e Universidade de Brasília (UnB) se juntaram para desenvolver cartilhas com temas ambientais. Os dois volumes mais recentes “Meio Ambiente: Erosão em Borda de Reservatório” tiveram cerimônia de lançamento em Brasília nesta quarta-feira, 22.

23112017 materia UFG UnB 01
Visita Técnica ao reservatório Balhalha durante o Projeto de Pesquisa (Foto: arquivo pessoal)

Acesse
Erosão em Borda de Reservatório Vol 1
Erosão em Borda de Reservatório Vol 2

O primeiro volume é voltado para estudantes das séries iniciais do Ensino Fundamental, o segundo volume para Ensino Médio, cursos técnicos ou mesmo utilização mesmo em espaços não formais de educação, como eventos nas cidades às margens de reservatórios de água.

23112017 materia UFG UnB 02
Oficina aplicando cartilha no Município de Paracatu (Foto: arquivo pessoal)

As cartilhas são adaptações para estudantes da Educação Básica – das séries iniciais às finais – do livro Erosão em Borda de Reservatório, com artigos de pesquisadores sobre o tema. “Nós pegamos o conteúdo acadêmico e o preparamos para crianças, como uma política de popularização da ciência. Trabalhamos sempre com a perspectiva da disseminação, não nos interessa trabalhar na perspectiva encastelada. Queremos ajudar, inclusive o desenvolvimento de outras instituições de ensino superior, por isso trabalhamos juntos com instituições parceiras desde o começo”, afirma o professor da UnB, José Camapum de Carvalho.

As cartilhas abordam a questão dos direitos e deveres, discute a educação ambiental e fala sobre os reservatórios de água e de suas finalidades. “Esse é um momento mais do que adequado para tratarmos dessa temática com as crianças. Há mais de 15 anos trabalhamos com essas questões ambientais. Precisamos conversar agora como repor a água para abastecer os córregos”, enfatiza Camapum. A cartilha apresenta medidas preventivas e soluções para as erosões de borda e trata dos temas uso, infiltração e escoamento superficial das águas pluviais.

23112017 materia UFG UnB 04
Consultora Mirim Isabela Santos Recebento Cartilha e Certificado de Participação no lançamento em Brasília (Foto: arquivo pessoal)

O professor da UnB destaca a figura dos Consultores Mirins na confecção do material. São crianças de 1ª a 5ª série que avaliam o material previamente à publicação. As crianças participam da validação do processo. De escola particular, pública e pessoas com certa deficiência para avaliar a acessibilidade do material. Além disso contamos com consultores técnicos, alguns professores da escola pública, que nos ajudaram na adaptação pertinência do material”, explica.

Interação, diversidade e acessibilidade foram os principais norteadores da construção do material, explica Camapum. “Queremos abrir espaço para os professores discutirem em sala de aula esses temas. A cartilha sempre tem uma atividade, jogos de tabuleiro, assim podemos abrir espaço em atividades que a criança se insira.” A publicação é concebida como Recurso Educacional Aberto (REA), a reprodução para fins não comerciais é autorizada.

José Camapum de Carvalho destaca os custos comparativos entre prevenção e recuperação quando se trata de erosão. “O custo da educação é infinitamente mais baixo. Essa cartilha custou por volta de 80 centavos para 10 mil exemplares. Sabe quanto custou a recuperação de uma erosão na margem esquerda de uma estrada perto de Brasília? Em torno de 12 milhões de reais”, ressalta.

Para o pesquisador, é importante aumentar as pontes entre universidade e escolas, entre a pós-graduação e a Educação Básica.

“O conhecimento muitas vezes fica pulverizado em artigos. Eu, pessoalmente, penso dar satisfação para quem financiou nossa pesquisa: a sociedade brasileira. E como transferir, em primeiro lugar esse conhecimento? Não é por meio de teses, temos que tornar as publicações mais acessíveis”, conclui.

23112017 materia UFG UnB 03
Consultora Mirim Lara Rezende com o seu certificado de participação e cópia da Cartilha, Profa. Lílian Rezende, Prof. Camapum (Foto: arquivo pessoal)

As cartilhas foram desenvolvidas no âmbito do projeto de Pesquisa & Desenvolvimento da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), realizado por Furnas “Monitoramento e estudo de técnicas alternativas na estabilização de processos erosivos em reservatórios de UHEs”, coordenado pelo Programa de Pós- Graduação em Geotecnia, Estruturas e Construção Civil da UFG e com a participação do Programa de Pós-Graduação em Geotecnia da UnB

No dia 5 de dezembro haverá o lançamento da coleção no Instituto Federal de Educação - Campus Uruaçu que se situa às margens do reservatório Serra da Mesa.

Na página do Programa de Pós-Graduação em Geotecnia é possível baixar gratuitamente todas as cartilhas:

Erosão em Borda de Reservatório Vol 1
Erosão em Borda de Reservatório Vol 2
Erosão (2007)
Infiltração (2010)
Meio Ambiente: Erosão (2012)
Meio Ambiente: Infiltração (2012)

(Pedro Arcanjo - Brasília - CCS/CAPES)

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES’

Fim do conteúdo da página