Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Sala de Imprensa > Notícias > Escola de Verão do IODP recebe pesquisadores brasileiros
Início do conteúdo da página
Pesquisa Marinha

Escola de Verão do IODP recebe pesquisadores brasileiros

Publicado: Sexta, 21 Julho 2017 12:32 | Última Atualização: Quarta, 04 Outubro 2017 11:45

A edição 2017 escola de verão School of Rock (SOR, ou “escola de rocha”) a bordo do navio JOIDES Resolution (EUA), que ocorre de 9 a 27 de julho no oceano pacífico, é a primeira a receber pesquisadores brasileiros entre os participantes. Integram a tripulação da expedição a professora Helenice Vital, do departamento de Geologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), representante docente do ensino superior; e Miguel Borges, professor do curso técnico em geologia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), representando educadores de ensino médio. A SOR faz parte do programa International Ocean Drilling Program (IODP) ou Programa Internacional de Perfuração dos Oceanos.

Helenice Miguel Mar das Filipinas
Os professores Miguel (IFPB) e Helenice (IFRN) são os primeiros integrantes brasileiros da Escola de Verão do IODP

Realizada desde 2005, a expedição SOR é um curso de curta duração que reúne professores e pesquisadores de diferentes países e visa proporcionar aos participantes a experiência de vivenciar pesquisas oceanográficas com dados reais, obtidos por meio da perfuração do assoalho oceânico, em águas profundas. O porto de partida foi a Baía de Subic, nas Filipinas e tem como destino a cidade de Townsville, na costa leste da Austrália. Além dos brasileiros, a tripulação é formada por pesquisadores da Austrália e dos Estados Unidos.

analise sedimentos microscopio
Na expedição, os docentes participam de cursos e experimentos

Durante o deslocamento, o grupo participa de eventos de formação ministrados por uma equipe multidisciplinar de cinco instrutores especialistas em temas como oceanografia, sedimentologia, paleontologia, geotectônica e ensino das geociências. A participação brasileira é apoiada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), que financia passagens e pela agência estadunidense National Science Foundation (NSF), que fomenta estadia e alimentação a bordo do navio.

A edição 2017 da SOR tem como principal objetivo a integração de professores do ensino médio e cientistas para a formação de uma nova geração de pesquisadores das ciências da terra e do mar. Para isso, os trabalhos a bordo estão sendo realizados em duplas formadas por professores de ensino superior e médio. O resultado dos experimentos deve permitir ampliar a compreensão sobre como o material proveniente da perfuração do assoalho oceânico pode ser trabalhado em modernos laboratórios para revelar pistas sobre a história da Terra. Para tanto, são abordados temas como a expansão do assoalho oceânico, estrutura e composição da crosta oceânica, paleomagnetismo, sedimentologia e métodos de amostragem do fundo oceânico. Além dessas atividades, diariamente são exercitadas técnicas de ensino que possibilitem a compreensão de conceitos relacionados à Geologia e Oceanografia, compreensíveis para todos os níveis da ciência, facilitando o processo ensino-aprendizagem e divulgação dos resultados para a sociedade.

Testemunhos Nazca branco NE doHawaii marrom
Objetivo da Escola de Verão é aproximar docentes de ensino secundário e superior

Agente de divulgação
Além da escola de verão, o IODP lançou outra oportunidade de receber pessoal externo à comunidade de pesquisa para integrar uma de suas expedições. Até 31 de julho, estão abertas as inscrições para candidatos a Agente de Divulgação na Expedição 369 - Australia Cretaceous Climate and Tectonics, também a bordo do navio JOIDES Resolution, que acontecerá de 26 de setembro a 26 de novembro de 2017.

O selecionado deverá divulgar as atividades científicas do programa IODP e os resultados da expedição para estudantes (dos níveis médio e superior), pesquisadores, professores de ensino médio, docentes da educação superior e profissionais que trabalham com divulgação científica, de forma a estimular o interesse pela ciência nos oceanos.

IODP
O International Ocean Discovery Program (IODP) é um programa internacional de pesquisas marinhas, que visa investigar a história e a estrutura da Terra a partir do registro de sedimentos e rochas em águas profundas dos oceanos. Para isto, usa o atual e mais evoluído estado da arte da tecnologia em perfuração oceânica, o navio de pesquisa JOIDES Resolution, como instrumento essencial para novas descobertas, permitindo a disseminação de dados e amostras a partir de arquivos globais, particularmente para os 25 (vinte e cinco) países membros do Programa. Executado pela CAPES em parceria com a National Science Foundation (NSF), o IODP/CAPES-Brasil enquadra-se nas diretrizes da CAPES de indução de áreas estratégicas da política brasileira de ciência, tecnologia e inovação.

Confira a página da expedição School of Rock 2017.

Leia mais sobre a seleção para Agente de Divulgação.

Fim do conteúdo da página