Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Sala de Imprensa > Notícias > Exposição de documentos raros encerra a comemoração dos 65 anos da CAPES
Início do conteúdo da página
CAPES 65 Anos

Exposição de documentos raros encerra a comemoração dos 65 anos da CAPES

Publicado: Segunda, 17 Julho 2017 12:17 | Última Atualização: Terça, 18 Julho 2017 15:14

Durante a primeira Avaliação Quadrienal da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), uma exposição apresenta documentos raros produzidos nos primeiros anos do órgão. Realizada pelo Arquivo Central da CAPES no edifício-sede da instituição, em Brasília, A História da CAPES em documentos – Ciclo I: 1951 a 1973 resume os primeiros 22 anos da entidade que avalia e fomenta a formação da pós-graduação stricto sensu brasileira. O evento encerra as comemorações dos 65 anos da CAPES, iniciadas em 2016.

17072017 exposicao capes em documentos img 8593
Exposição comemorativa dos 65 anos da CAPES apresenta documentos raros sobre os primeiros 22 anos do órgão (Foto: Haydée Vieira - CCS/CAPES)

A exposição abarca os anos iniciais da então Campanha de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, criada no segundo governo do presidente Getúlio Vargas em 1951, até o fim do mandato de Emílio Garrastazu Médici, em 1973, já na ditadura militar.

Entre os itens exibidos na mostra estão o primeiro documento da CAPES, um relatório datado de 1951 sobre o estado da formação em nível superior do país, e o Parecer Sucupira, de 1965, que conceituou, formatou e institucionalizou a pós-graduação brasileira no formato que se estrutura atualmente. Também compõem a mostra cartas de estudantes ao educador baiano Anísio Teixeira, idealizador e primeiro presidente da CAPES, juntamente com formulários do sociólogo Darcy Ribeiro e do paisagista Roberto Burle Marx.

Documentos e história
“Uma das intenções é mostrar a importância de se tratar adequadamente os documentos, inclusive para a construção da história”, explica Ítalo Alves, Coordenador de Gestão de Documentos da CAPES e organizador da exposição. “Temos aqui mais do que documentos: as vidas de muitas pessoas podem ser contadas por esses registros”, acrescenta Liliane Carneiro, servidora do Arquivo Central e curadora da exposição.

A exposição está sendo realizada em caráter interno, portanto ainda não está aberta ao público. “Após a Quadrienal, pretendemos fazer outras edições, inclusive para o público externo conhecer a história e importância da Capes”, informa Ítalo.

17072017 exposicao capes em documentos img 8289
Curadoras da Exposição, Liliane Carneiro (E) e Janaína Carvalho (C) apresentaram a exposição a um grupo de servidores (Foto: Haydée Vieira - CCS/CAPES)

"A mostra pretende também despertar a atenção para a conservação de documentos”, destaca Janaína Carvalho, servidora do Arquivo Central e curadora da exposição. Janaína explica que os documentos da mostra estão desgastados e, portanto, podem ser expostos apenas por um período de tempo limitado.

Arquivo Central
Integrante da Coordenação de Gestão de Documentos, o Arquivo Central é a unidade que mantém o acervo documental da CAPES. No setor estão abrigados mais de um milhão de processos e documentos que contam a história da CAPES e da pós-graduação no Brasil.

(Lucas Lopes)

Fim do conteúdo da página