Sala de Imprensa Sala de Imprensa Notícias CAPES sedia oficina sobre Recursos Educacionais Abertos
REA

CAPES sedia oficina sobre Recursos Educacionais Abertos

Publicado: Segunda, 22 Mai 2017 11:57 , Última Atualização: Segunda, 22 Mai 2017 11:57

A Diretoria de Educação a Distância da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (DED/CAPES), em parceria com a Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação (SEB/MEC), realizou na sexta-feira, 19, na sede da CAPES, oficina sobre Recursos Educacionais Abertos (REA). O encontro contou com a presença de especialistas em Recursos Educacionais Abertos, Direitos Autorais e Licenças Creative Commons, bem como de representantes de secretarias do MEC, de diretorias da CAPES, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e da Controladoria Geral da União (CGU).

22052017 DED recursos educacionais 5028

Representando a SEB/MEC, a Diretora de Formação e Desenvolvimento dos Profissionais da Educação Básica, Carmen Moreira de Castro Neves, ressaltou a importância do encontro. “É extremamente relevante que tenhamos uma proposta sólida, enriquecida pela nossa cooperação. Temos que trabalhar unidos, complementando o trabalho um do outro, por meio do diálogo e da escuta”, disse.

REA
O professor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) Tel Amiel apresentou um histórico da abertura de Recursos Educacionais. “A partir dos anos 2000, começamos a pensar muito na redução de proteção, no sentido de proteção de formatos e licenças, objetivando tirar as restrições que as pessoas têm para interagir com os recursos. Se todo mundo pode produzir, se temos liberdade e dispositivos para produzir, porque essa liberação é tão difícil, porque protegemos tanto as coisas?”, indagou.

Tel Amiel também citou a definição construída com a Unesco e seus pontos principais de análise. “REA são materiais de ensino, aprendizagem e pesquisa em qualquer suporte ou mídia que estão sob o domínio público ou estão licenciados de maneira aberta, permitindo que sejam utilizados e adaptados por terceiros. Nessa definição, as questões operantes são domínio público e licenciados de maneira aberta. Ou seja, com a primeira, temos flexibilidade nos direitos como se fossem permissões para trabalhar. E a segunda, que são os formatos abertos, facilitam o acesso e o meu uso potencial”, explicou.

EduCAPES
O portal compila objetos educacionais abertos para uso de alunos e professores da educação básica, superior e pós graduação que busquem aprimorar seus conhecimentos. O EduCAPES engloba em seu acervo milhares de objetos de aprendizagem, incluindo textos, livros didáticos, artigos de pesquisa, teses, dissertações, vídeo-aulas, áudios, imagens e quaisquer outros materiais de pesquisa e ensino que estejam licenciados de maneira aberta, publicados com autorização expressa do autor ou ainda que estejam sob domínio público.

O acesso aos materiais é feito de forma híbrida: pode ser feito por meio de sincronismo, remetendo a repositórios parceiros ou pela ferramenta busca, que retoma materiais hospedados no próprio portal. A Diretoria de Educação a Distância da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) tem o objetivo de disponibilizar os conteúdos da UAB para toda a população brasileira, considerando que a fonte de recursos é pública e seus produtos devem estar acessíveis a todos os cidadãos.

Acesse o EduCAPES.

Leia também:
Seminário debate Recursos Educacionais Abertos em Santa Catarina
UFSC promove seminário sobre Recursos Educacionais Abertos

(Gisele Novais)

Compartilhe o que você leu