Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Sala de Imprensa > Notícias > Bolsista da Capes publica livro em Portugal sobre Comunicação e Política
Início do conteúdo da página
Doutorado-sanduíche

Bolsista da Capes publica livro em Portugal sobre Comunicação e Política

Publicado: Terça, 27 Dezembro 2016 11:23 | Última Atualização: Sexta, 06 Janeiro 2017 09:56

O doutorando da Universidade de Brasília (UnB) e bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) na modalidade doutorado-sanduíche em Portugal, Bruno Araújo, publicou, em parceria com os professores Liziane Guazina, também da UnB, e Hélder Prior, da Universidade da Beira Interior, o livro “Diálogos Lusófonos em Comunicação e Política”. O projeto foi patrocinado pela Universidade da Beira Interior.

22122016 materia coimbra 9692
Bruno Araújo é doutorando da UnB e bolsista da Capes na modalidade doutorado-sanduíche em Portugal (Foto: Arquivo Pessoal)

Segundo Bruno, a obra começou a ser idealizada antes mesmo do início das pesquisas do doutorado-sanduíche no exterior. “Surgiu, mais precisamente, no âmbito de debates que realizamos no Núcleo de Estudos sobre Mídia e Política, da Universidade de Brasília, coordenado por Liziane Guazina. Após a ideia inicial, submetemos o projeto à Editora da Universidade da Beira Interior, de Portugal, com a qual a Faculdade de Comunicação da UnB mantém boas relações institucionais, que aceitou prontamente a nossa ideia.”

A publicação é resultado do esforço conjunto de pesquisadores da área da comunicação e da política provenientes de vários espaços da lusofonia. “Além de focalizar temas de grande atualidade para as nossas sociedades trabalhados sob perspectivas teórico-metodológicas diversas, um dos objetivos primordiais da obra é contribuir para a afirmação da pesquisa em comunicação e política no âmbito do espaço regional lusófono. Isso porque, apesar de já termos dado muitos passos nesse sentido, ainda são reduzidos os projetos de natureza científica que apostam nesse tipo de aproximação. Por outro lado, a obra é também uma oportunidade de projeção de vozes críticas que poderão estimular espaços de pensamento alternativos aos tradicionais círculos anglo-saxônicos que têm dominado a pesquisa em ambas as áreas. É, por isso, a meu ver, também um esforço de luta contra-hegemônica e de criação de alternativas”, explica Bruno.

22122016 materia coimbra 9276
9276 – Bruno desenvolve parte da pesquisa de doutorado no Centro de Investigação Media e Jornalismo, em Portugal (Foto: Arquivo Pessoal)

Interdisciplinaridade
O bolsista da Capes destaca a abordagem interdisciplinar da obra como um dos pontos fortes do trabalho. “O livro procurou privilegiar pesquisas de natureza comparativa e interdisciplinar. Por um lado, a comparação é uma das melhores formas de compreender as singularidades dos meios de comunicação e dos sistemas políticos, como chegaram a afirmar os pesquisadores Hallin e Mancini. Por outro lado, a interdisciplinaridade, que, na obra, manifesta-se pela convergência de saberes múltiplos, provenientes de diferentes domínios das ciências sociais e humanas, obedece a um movimento epistemológico, encabeçado por diferentes autores, que procura rebelar-se contra um certo ‘midiacentrismo’ que demarcou a pesquisa em comunicação por muito tempo. Em outras palavras, compartilho da ideia de que não será possível compreendermos o desempenho dos meios de comunicação social e os seus impactos sobre a vida social e política sem considerarmos conhecimentos formulados em outras esferas do saber, com as quais a comunicação necessariamente terá de dialogar, sem perder de vista, naturalmente, os seus interesses epistemológicos enquanto campo científico. Um desses campos - daí o próprio título da obra - é a ciência política.”

Estudos
Na UnB, Bruno, em sua pesquisa de doutorado pretende compreender o processo de “mediatização” da corrupção política no Brasil e em Portugal por meio da análise de uma cobertura jornalística específica. Sobre a oportunidade no exterior, o bolsista analisa a oportunidade como “riquíssima” tanto do ponto de vista acadêmico e profissional quanto sob o prisma cultural.

22122016 materia coimbra foto1
Além do trabalho de pesquisa quotidiano, o bolsista também participa de diversas iniciativas acadêmicas durante o tempo no exterior (Foto: Arquivo Pessoal)

“Estou tendo a oportunidade de desenvolver parte da pesquisa no Centro de Investigação Media e Jornalismo, fundado por Nelson Traquina - um nome incontornável na pesquisa em jornalismo - sob a orientação de Isabel Ferin Cunha, da Universidade de Coimbra, que acabou de coordenar um projeto internacional de pesquisa dentro do qual a minha investigação de doutoramento se enquadra perfeitamente. Essas referências certamente se refletirão na tese que devo apresentar dentro de alguns meses. Ao longo dos meses em Portugal, além do trabalho de pesquisa quotidiano, também tenho participado em diversas iniciativas acadêmicas. Além disso, a experiência no exterior é uma oportunidade muito profícua para estabelecer contatos e fortalecer laços em torno de novos projetos de pesquisa que envolvam Brasil e Portugal, o que vai diretamente ao encontro dos esforços de internacionalização do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UnB”, finaliza.

(Natália Morato)

Fim do conteúdo da página