Sala de Imprensa Sala de Imprensa Notícias Brasil e Cuba discutem cooperação na área agrícola

Brasil e Cuba discutem cooperação na área agrícola

Publicado: Segunda, 26 Junho 2006 21:00 , Última Atualização: Quarta, 21 Mai 2014 19:58
Brasil e Cuba discutem cooperação na área agrícola

Produção e Saúde Animal é o tema do seminário que inicia nesta terça-feira, 27, em Havana, com o objetivo de integrar docentes e pesquisadores, ampliar a pesquisa e a formação de recursos humanos entre os dois países. A delegação brasileira é liderada pelo presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação (Capes/MEC), Jorge Guimarães.

De acordo com o pró-reitor de pós-graduação da Universidade Agrária de Havana, Pablo Hernandéz Alfonso, Brasil e Cuba já possuem tradição em parcerias de intercâmbio de formação de recursos humanos na área de ciências agrárias. "Queremos não só colaborar com o Brasil na formação de recursos humanos, mas também fazer a troca de tecnologia", diz.

A realização desse encontro foi acertada durante missão de trabalho realizada pela Capes, à Cuba, em dezembro último, quando foi identificada a necessidade de formação de novas parcerias nessa área. Em abril, a cooperação entre Brasil e Cuba na área de ensino superior, pesquisa e extensão foi discutida por reitores e representantes do governo cubano. Eles participaram, em Brasília, do 2º Encontro de Reitores de Universidades Brasileiras e Universidades Cubanas promovido pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), com o apoio do MEC e do Ministério das Relações Exteriores.

Intercâmbio - Um total de 12 projetos de intercâmbio de pós-graduação entre grupos de pesquisa brasileiros e cubanos foi selecionado para participar do programa que a Capes desenvolve em parceria com o Ministério de Educação Superior (MES) de Cuba. Conhecido como Capes-MES, o programa foi criado para estimular a troca de experiências científicas em áreas definidas como prioritárias pelos dois países. Para o presidente da Capes é necessário ampliar o número de estudantes de doutorado envolvidos neste intercâmbio."Isso é importante para os dois lados", acredita Guimarães.

Integram a missão, os pesquisadores Cleber Oliveira Soares, do Centro Nacional de Pesquisa de Gado de Corte da Embrapa e Hermann Schatzmayr, da Fundação Oswaldo Cruz; os professores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Carlos Termignoni e Elizabeth Obino Cirne Lima; Clarice Weis Arns, da Unicamp; e o assessor técnico da Capes, Sérgio Avellar. (Fátima Schenini)

Compartilhe o que você leu