Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Sala de Imprensa > Notícias > Capes oferece oportunidade na França para estudantes de engenharias florestal e aeronáutica
Início do conteúdo da página

Capes oferece oportunidade na França para estudantes de engenharias florestal e aeronáutica

Publicado: Terça, 12 Julho 2005 21:00 | Última Atualização: Quarta, 21 Mai 2014 19:56
Capes oferece oportunidade na França para estudantes de engenharias florestal e aeronáutica

As inscrições para programa Brafitec estão abertas. O programa realizado a partir de um acordo de cooperação internacional entre a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação (Capes/MEC) e a Conferência dos Diretores de Escolas e Formação de Engenheiros (CDEFI), com o apoio dos Ministérios das Relações Exteriores, da Juventude, da Educação e da Pesquisa da França, apóia projetos nas áreas de engenharias florestal e aeronáutica entre o Brasil e a França.

A parceria permite que estudantes de graduação destes cursos possam passar um ou dois semestres em uma instituição de ensino e pesquisa francesa. Para participar é preciso que o aluno tenha completado 50% dos créditos exigidos pelo curso, mas estudantes do último ano não podem concorrer. O projeto deverá ter um coordenador que irá organizar a seleção dos integrantes do grupo que farão o intercâmbio. O coordenador ou professor responsável deverá fazer missões de trabalho para acompanhar as atividades, permanecendo um período de 10 a 60 dias, de acordo com a proposta apresentada.

O objetivo do Brafitec é consolidar parcerias entre as instituições brasileiras e francesas realizando a inclusão de estudantes em cenários de excelência. Por meio do intercâmbio, a Capes estimula o aperfeiçoamento das estruturas curriculares destes cursos no Brasil e também permite que os participantes façam estágios em empresas francesas, obtendo contato direto com a prática profissional de outro país.

Os estudantes receberão bolsa mensal no valor de 600 euros, auxílio instalação, passagem aérea e seguro saúde de 70 euros mensais. As viagens e as bolsas dos estudantes brasileiros serão providenciadas pela coordenação geral de Cooperação Internacional da Capes. O coordenador integrante da missão de trabalho receberá diária de até R$ 300,00, auxílio passagem aérea de até R$ 4.500,00 e custeio equivalente a 5% do montante anual. Para outras informações acesse aqui. Cada projeto terá em média R$ 120 mil incluindo todas as despesas de estudo e trabalho.

Histórico - O programa Brafitec foi implementado em 2002 para promover o intercâmbio de estudantes e a formação de professores nas disciplinas de engenharias. Desde lá, foram aprovados 17 projetos, resultando em 24 missões de trabalho, 85 missões de estudo do Brasil, envolvendo 222 bolsistas brasileiros e franceses. (Adriane Cunha)

Fim do conteúdo da página