Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Fórum UAB

Encontro traz balanço da Diretoria de Educação a Distância da Capes

Publicado: Quinta, 29 Setembro 2016 09:51 | Última Atualização: Quinta, 29 Setembro 2016 13:50

A 9ª Reunião Ordinária de Fórum de Coordenadores da Universidade Aberto do Brasil (UAB) teve também uma mesa para apresentar a gestão e as políticas da Diretoria de Educação a Distância (DED) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Ao apresentar como ponto de partida para reflexão os números do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), que apenas em 2016 teve 8,647 milhões de inscrições confirmadas, o novo diretor de Educação a Distância da Capes, Carlos Lenuzza destacou o papel central da modalidade no desenvolvimento do país. “Somente por meio da contribuição e expansão da EAD será possível atingir as metas do Plano Nacional de Educação (PNE). A meta 16 que envolve a formação em pós-graduação dos professores da educação básica, por exemplo, revela a importância dos mestrados profissionais em rede oferecidos pela UAB”.

29092016 9 forum coordenadores uab img 0995
Carlos Lenuzza destacou o papel central da modalidade EAD no desenvolvimento do país (Foto: Haydée Vieira – CCS/Capes)

O diretor apresentou os números mais atuais do sistema Universidade Aberta do Brasil: 106 Instituições Públicas de Ensino Superior integradas, 160 mil alunos formados, 616 polos ativos e cerca de 130 mil alunos ativos. “Nós queremos mostrar que a EAD está viva e a UAB não acabará. Se cumprirmos nosso papel e atingirmos nossas metas, teremos força para continuar crescendo”, garantiu Lenuzza.

A mesa também contou com a apresentação dos trabalhos das três coordenações gerais da DED.

O coordenador Geral de Programas e Cursos em Ensino a Distância, Luiz Alberto Rocha de Lira, apresentou um estudo com 439 cursos com índice de formação abaixo de 50%. “Foram identificados conjuntos de fatores críticos responsáveis por esse processo. O estudo foi uma atividade de pesquisa, sem caráter punitivo, para entender essa baixa formação e nos revelou como o estabelecimento de ações permanentes de monitoramento e acompanhamento da oferta contribuem para a melhoria da gestão integrada do Sistema UAB, conferindo maior transparência e eficácia na aplicação de recursos”, definiu.

A coordenadora geral de Inovação em Ensino a Distância, Maria Cristina Mesquita, destacou as diretrizes e normas para o monitoramento de Polos UAB. “O polo é submetido a uma visita de monitoramento quadrienal e recebe um dos conceitos de classificação vigentes desde 2011: Apto, Apto com Pendências e Não Apto”. Em 2016 são 729 polos aptos, 13 aptos com pendência, 201 não aptos e 5 em fase de regularização. Desde 2011 foram realizadas 1699 visitas de monitoramento.

29092016 9 forum coordenadores uab img 0989
O sistema Universidade Aberta do Brasil conta hoje com cerca de 130 mil alunos ativos (Foto: Haydée Vieira – CCS/Capes)

O coordenador Geral de Supervisão e Fomento, Aloisio Nonato, apresentou o fluxo do alunado UAB por instituição de ensino superior. “Em dez anos foram investidos 4,9 bilhões de reais para ofertar 883 mil vagas. Tivemos 596 mil alunos cadastrados, o que, no espaço de dez anos, revela um investimento por aluno que é significativamente menor que o investimento em curso tradicional”.

UAB
Criado em 2005, o sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) é um sistema integrado por universidades públicas que oferece cursos de nível superior para camadas da população que tem dificuldade de acesso à formação universitária, por meio da metodologia da educação a distância. O público em geral é atendido, mas os professores que atuam na educação básica tem prioridade de formação, seguidos dos dirigentes, gestores e trabalhadores em educação básica dos estados, municípios e do Distrito Federal. Hoje, o Sistema é coordenado pela Diretoria de Educação a Distância (DED) da Capes.

Pelo sistema UAB são ofertados mestrados profissionais em rede nacional no formato semipresencial voltados a professores da educação básica nas áreas de: Matemática (Profmat); Letras (Profletras); Ensino de Física – MNPEF (ProFis); Artes (ProfArtes); e História (ProfHistória). Também são ofertados neste mesmo formato os cursos em Administração Pública (ProfiAP) e em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos (ProfÁgua).

(Pedro Arcanjo)

Leia também:

Capes recebe 9º Fórum Nacional de Coordenadores do Sistema Universidade Aberta do Brasil
Novo Portal EduCapes compila conteúdos educacionais abertos

Fim do conteúdo da página