Notícias Polos UAB serão premiados pela CAPES
Ensino a distância

Polos UAB serão premiados pela CAPES

Publicado: Segunda, 15 Julho 2019 16:15 , Última Atualização: Segunda, 29 Julho 2019 12:09

Essenciais ao processo de interiorização do ensino superior público no país, os polos da Universidade Aberta do Brasil (UAB) concorrerão ao Prêmio Polo EaD UAB em Ação, oferecido pela CAPES, por suas iniciativas criadas e executadas. A láurea, destinada aos polos cadastrados no Sistema Eletrônico de Informações da UAB (SisUAB), será dada ainda neste ano.

Unidades associadas, desligadas, conveniadas à UAB e não-UAB não podem concorrer. A premiação terá nove critérios de avaliação, discriminados por pesos que variam de 0,5 (participação do polo em trabalho voluntário, atividades comunitárias, associações de bairros, brigadas de incêndio e associações escolares) a 10 (realização de eventos técnico-científicos no polo).

A partir desta segunda, 15, até 8/11, os polos interessados deverão enviar à CAPES os documentos exigidos para participar do processo. Os três primeiros colocados serão revelados em dezembro. A data para entrega dos prêmios será definida de acordo com a disponibilidade dos coordenadores das unidades vencedoras. Todos os detalhes sobre o prêmio foram divulgados aos polos em ofício publicado em junho.

Sistema UAB

Instituído pelo Decreto 5.800, de 8 de junho de 2006, o Sistema UAB tem como prioridade contribuir para a Política Nacional de Formação de Professores do Ministério da Educação. Por isso, as vagas são prioritariamente voltadas à formação inicial de professores da educação básica.

Atualmente, 928 polos (sendo 777 ativos) fazem parte da UAB. Presente em todos os estados do país, além do Distrito Federal, o sistema tem cerca de 170 mil estudantes, matriculados em cursos tecnológicos, de bacharelado, licenciatura e especialização oferecidos por 133 instituições públicas de ensino superior.

Confira abaixo vídeos sobre o Sistema UAB e o Prêmio Polo EaD UAB em Ação.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Compartilhe o que você leu