Notícias Professores se preparam para capacitação nos EUA
PDPI

Professores se preparam para capacitação nos EUA

Publicado: Sexta, 21 Junho 2019 10:31 , Última Atualização: Sexta, 21 Junho 2019 11:56

A partir de 1º de julho, o sonho de realizar um intercâmbio será concretizado por até 486 professores de inglês da rede pública de ensino de todas as regiões do Brasil. Selecionado no último edital do Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores de Língua Inglesa nos Estados Unidos (PDPI), o grupo participará de uma capacitação intensiva de seis semanas em universidades norte-americanas.

Professora da Escola Estadual Dr. Benedicto Martins Barbosa, em Rancharia (SP), Joanice Santana vai realizar o intercâmbio no nível intermediário II. Ela espera aproveitar o período de aprendizado na Universidade de Ohio para aprimorar a prática oral da língua inglesa, além de absorver novos métodos para aplicá-los em sala de aula quando retornar ao Brasil.

“É um sonho, um projeto de vida que eu venho alimentando desde os meus sete anos de idade”, conta a professora. Ver o próprio nome na relação de aprovados foi, para ela, “surreal”. “Fiquei com as pernas bambas, pensei até que fosse desmaiar, porque era algo que eu esperava muito, que eu queria muito. Fiquei muito feliz”, revela.

Auxílio
Oferecido pela CAPES em parceria com a Embaixada dos Estados Unidos e a Comissão Fulbright, o programa oferece aos aprovados benefícios como passagem aérea, ajuda de custo, reembolso da taxa de solicitação de visto, seguro saúde, deslocamento nos EUA, alimentação, material didático, taxas escolares, alojamento em instalações do campus universitário no qual o curso será realizado e passagem aérea nacional e hospedagem para participação na orientação pré-partida.

Na avaliação de Paulo Barbosa, que ensina inglês a alunos de ensino fundamental e médio na Escola Estadual Guimarães Rosa, no pequeno município de Lontra (MG), participar de um intercâmbio similar sem o apoio financeiro oferecido por meio do PDPI seria “quase impossível”.

“Essa oportunidade que a CAPES e a Fulbright dão para gente é importantíssima, sem falar na bagagem que a gente vai trazer de lá, as novidades”, afirma. “Creio que 100% das nossas aulas vão ter uma melhora com esse programa”, conclui o mineiro, que vai fazer o intercâmbio na Universidade de Austin, no estado do Texas.

Capacitação
Além do fortalecimento das habilidades linguísticas e da imersão no cotidiano de um país de língua inglesa, o compartilhamento de metodologias de ensino, aprendizagem e avaliação é um dos objetivos centrais do PDPI. Jaira Dias, que leciona na Escola Municipal Aurino Nery Souza, em Apuarema (BA), espera voltar ao Brasil com ideias de aulas cada vez mais interessantes aos alunos.

“Tenho certeza de que isso terá um resultado direto em minha prática pedagógica e na qualidade do ensino na escola onde estou inserida. Tenho certeza, também, que teremos, no retorno, um resultado fantástico na qualidade do ensino público nacional”, aponta a docente, que fará o curso na cidade de Manhattan, na Universidade Estadual do Kansas, uma das 14 instituições de ensino que integram o programa este ano.

Cronograma
Os professores selecionados para participar do PDPI participarão de uma orientação pré-partida entre 26 e 28 de junho. O embarque acontece entre 28 e 30 de junho. As atividades acadêmicas nos Estados Unidos ocorrem de 1º de julho a 9 de agosto, quando os selecionados começam a regressar ao Brasil. O edital completo do programa pode ser conferido aqui.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Compartilhe o que você leu