Notícias Mudanças Climáticas e Recursos Hídricos são temas em oficina de trabalho
Parcerias institucionais

Mudanças Climáticas e Recursos Hídricos são temas em oficina de trabalho

Publicado: Terça, 02 Outubro 2018 12:08 , Última Atualização: Terça, 02 Outubro 2018 16:40

Começou nesta segunda-feira, 01, a 3º Oficina de Trabalho: Mudanças Climáticas e Recursos Hídricos, na sede do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em Brasília.

Representantes da CAPES ANA e CNPq compõem a mesa de abertura. Créditos Lucas Brandão

O evento, que acontecerá até quinta-feira, 04, pretende identificar os principais avanços e impactos dos projetos de pesquisa que receberam o fomento das parcerias entre a Agência Nacional de Águas (ANA), CNPq, CAPES e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Com bons resultados, a parceria lançou entre os anos de 2015 e 2017 diversos editais de apoio à pesquisa científica e tecnológica em mudanças climáticas. Isto beneficiou 35 projetos de pesquisa.

Na mesa de abertura da oficina, Priscila Lelis, coordenadora de programas de indução e inovação, falou sobre o apoio dado aos eventos: “A CAPES tem prestado todo o apoio na realização desses seminários, pois eles são muito importantes para as avaliações desses projetos, para o acompanhamento das pesquisas e também para a questão da interação entre os pesquisadores”.

Chou Sin Chan, especialista em meteorologia, apresentou os resultados de uma série de pesquisas em modelagem atmosférica, abrangidas pelos editais da cooperação. Chou, afirmou que a importância desses projetos de bolsas de estudo, é que permitem um trabalho de pesquisa mais detalhada, que requer mais tempo, e não projetos de curto prazo, mais tecnológicos e imediatos.

Nazareno Araújo, gerente geral de pesquisa da ANA, falou sobre os planos futuros para que o êxito alcançado pela parceria continue permitindo avanços nos estudos geográficos no país: “A expectativa é que a gente consiga fechar esse primeiro edital com o CNPq e continuemos a nossa caminhada com a CAPES para que nos próximos cinco anos tenhamos mais condições e informações a respeito de mudanças climáticas. Assim conseguiremos tomar decisões mais assertivas”.

Assista a matéria sobre o evento:

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Compartilhe o que você leu