Notícias Instituto Anísio Teixeira apresenta plano para formar profissionais da educação
Educação Básica

Instituto Anísio Teixeira apresenta plano para formar profissionais da educação

Publicado: Quinta, 16 Fevereiro 2017 15:36 , Última Atualização: Quinta, 16 Fevereiro 2017 15:36

O Plano de Formação e Desenvolvimento dos Profissionais da Educação Básica do Instituto Anísio Teixeira (IAT), órgão da Secretaria Estadual da Educação da Bahia, foi apresentado a representantes da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) na tarde desta quarta-feira, 15, em Brasília. O Instituto pretende formar mais de 10 mil profissionais de Educação Básica até 2018.

Com a implementação do projeto, o objetivo é capacitar até 2018, 1,3 mil gestores escolares, 1,3 mil coordenadores pedagógicos e 8 mil professores da Educação Básica. O plano pretende, assim, articular a tecnologia e infraestrutura do estado para atender o previsto no Decreto Nº 8.752/2016, que dispõe sobre a Política Nacional de Formação dos Profissionais da Educação Básica, relacionada às metas 15 e 16 do Plano Nacional de Educação (PNE).

Para o diretor-geral do Instituto, Severiano Alves, o objetivo é que o projeto sirva de exemplo para todo o país. “Não há nos estados uma articulação quando se trata de regime de colaboração. A ideia do programa é que os municípios tenham [de fato] ênfase na Educação Infantil e o estado se ocupe da formação dos profissionais do Ensino Médio. Queremos oferecer 10 cursos, incluindo Cultura Africana e Indígena. Se os outros estados fizerem o mesmo que a Bahia, o plano de formação pode disparar em todo o país”, afirma. Com intermediação tecnológica, como sistema de videoconferência, o Instituto tem capacidade de atender até 21 mil alunos em todos os municípios da Bahia.

16022017 visita IAT IMG 3112

Estiveram presentes na reunião representantes da CAPES das diretorias de Formação de Professores da Educação Básica (DEB) e de Educação a Distância (DED).

CAPES
Por conta da Lei nº 11.502/2007, além de manter a coordenação do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG), a CAPES também passou a induzir e fomentar a formação inicial e continuada de professores para a Educação Básica. As ações estão distribuídas entre as diretorias DEB e DED. Entre os principais programas desenvolvidos estão o Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor), o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid), o Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) e os Mestrados em Rede Nacional, o Programa de Mestrado Profissional para Qualificação de Professores da Rede Pública da Educação Básica (Proeb).

IAT
O Instituto Anísio Teixeira tem por finalidade planejar e coordenar estudos e projetos referentes a ensino, pesquisa, experimentações educacionais e qualificação de recursos humanos na área de educação.

Em cumprimento a sua finalidade e em conjunto com a Política Nacional de Professores da Educação Básica, o IAT acompanha a oferta de cursos de licenciatura (formação inicial) e de cursos de pós-graduação (mestrado e especialização), bem como, promove a formação continuada em nível de aperfeiçoamento (acima de 120 horas), extensão (60 a 80 horas) e cursos e eventos de curta duração (até 40 horas), como a realização de oficinas, seminários, congressos, colóquios, conferências e videoconferências para professores e demais profissionais da rede pública de ensino.

Tendo em vista a articulação da formação do professor com a prática na sala de aula, o IAT desenvolve também um conjunto de ações que viabilizam e disseminam pesquisas, experimentos e inovações pedagógicas na escola, com foco na aprendizagem do aluno. Além disso, o Instituto promove a produção e disseminação do uso de mídias e tecnologias como recursos didáticos para professores e alunos nas unidades escolares da rede pública de ensino, por meio de infraestrutura tecnológica que serve de suporte às ações de educação presencial e a distância. Conheça o IAT.

(Pedro Matos)

Compartilhe o que você leu