Notícias Coordenadores participam do 8º Fórum Nacional na Capes
UAB

Coordenadores participam do 8º Fórum Nacional na Capes

Publicado: Quinta, 09 Julho 2015 14:19 , Última Atualização: Quinta, 09 Julho 2015 15:56

Mais de 90 coordenadores participaram nesta quinta-feira, 9, da abertura do 8º Fórum Nacional de Coordenadores do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), que segue até sexta-feira, 10, no edifício-sede da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

972015-encontro-uab-7900

Na solenidade de abertura, o diretor de Educação a distância da Capes, Jean Marc Georges Mutzig, ressaltou a importância dos coordenadores no crescimento do programa, que engloba mais de cem universidades parceiras e 170 mil alunos ativos, distribuídos em 650 polos. "Nosso trabalhou avançou e continuará avançando com a contribuição de vocês. Este é o momento de analisar a conjuntura atual e traçar metas para o futuro", disse.

Estiveram presentes na abertura a presidente do Fórum de Coordenadores UAB, Maria Luísa Furlan Costa, o vice - presidente do Fórum UAB, Carlos Rinaldi, e os coordenadores da Diretoria de Educação a Distância da Capes, Maria Cristina Mesquita da Silva, Luiz Alberto Rocha de Lira e Aloísio Nonato.

972015-encontro-uab-7874

Eleições
Será realizada ainda no encontro a eleição para a presidência e vice-presidência do Fórum de Coordenadores UAB para 2015.

UAB
Criada em 2005, o sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) é um sistema integrado por universidades públicas que oferece cursos de nível superior para camadas da população que têm dificuldade de acesso à formação universitária, por meio do uso da metodologia da educação a distância. O público em geral é atendido, mas os professores que atuam na educação básica têm prioridade de formação, seguidos dos dirigentes, gestores e trabalhadores em educação básica dos estados, municípios e do Distrito Federal. Hoje, o Sistema é coordenado pela Diretoria de Educação a Distância (DED) da Capes.

Pelo sistema UAB são ofertados os seis mestrados no formato semipresencial do país: o Programa de Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (Profmat), criado em 2010; o Programa de Mestrado Profissional em Letras (Profletras) e o Programa de Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física – MNPEF (ProFis), lançados em 2013; e os Programas de Mestrado Profissional em Rede Nacional em Artes (ProfArtes), Administração Pública (ProfiAP) e Ensino de História (ProfHistória).

(Gisele Novais)

Compartilhe o que você leu