Notícias IES do sistema UAB podem apresentar propostas para desenvolvimento tecnológico da educação
TICs

IES do sistema UAB podem apresentar propostas para desenvolvimento tecnológico da educação

Publicado: Segunda, 26 Janeiro 2015 13:52 , Última Atualização: Segunda, 26 Janeiro 2015 13:52

Divulgado nesta segunda-feira, 26, o edital nº 3/2015, que convida as instituições de ensino superior (IES) integrantes do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) para apresentação de propostas para fomento a projetos de inovação com objetivo de contribuir para o desenvolvimento tecnológico da educação no Brasil. As propostas devem ser apresentadas até 23 de fevereiro. Os projetos inscritos deverão atender a uma ou mais linhas de financiamento estabelecidas no edital: Inovação Pedagógica, Inovação Tecnológica e Inovação da Gestão Educacional.

Será aceita apenas uma proposta por IES, que poderá conter até quatro projetos. O gerenciamento da proposta institucional será de responsabilidade do coordenador UAB ou do coordenador UAB adjunto. As propostas devem observar as condições específicas estabelecidas no edital com relação à instituição proponente, cronograma, recursos financeiros, itens financiáveis, prazos de execução dos projetos, critérios de admissibilidade, parâmetros de análise e avaliação dos projetos e demais informações.

UAB
Criada em 2005, o sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) é um sistema integrado por universidades públicas que oferece cursos de nível superior para camadas da população que têm dificuldade de acesso à formação universitária, por meio do uso da metodologia da educação a distância. O público em geral é atendido, mas os professores que atuam na educação básica têm prioridade de formação, seguidos dos dirigentes, gestores e trabalhadores em educação básica dos estados, municípios e do Distrito Federal. Hoje, o Sistema é coordenado pela Diretoria de Educação a Distância (DED) da Capes.

Pelo sistema UAB são ofertados os seis mestrados no formato semipresencial do país: o Programa de Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (Profmat), criado em 2010; o Programa de Mestrado Profissional em Letras (Profletras) e o Programa de Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física – MNPEF (ProFis), lançados em 2013; e os Programas de Mestrado Profissional em Rede Nacional em Artes (ProfArtes), Administração Pública (ProfiAP) e Ensino de História (ProfHistória).

Compartilhe o que você leu