Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Bolsistas brasileiros chegam ao Timor Leste para auxiliar ensino de português
Início do conteúdo da página

Bolsistas brasileiros chegam ao Timor Leste para auxiliar ensino de português

Publicado: Terça, 10 Junho 2014 12:41 | Última Atualização: Quarta, 25 Junho 2014 13:02

Em maio deste ano, 49 bolsistas do Programa de Qualificação Docente e Ensino de Língua Portuguesa (PQLP) chegaram em solo timorense, atuando em ações focadas no ensino de língua portuguesa e na formação de docentes de diversas áreas e níveis. Em 2013, cerca de 2 mil timorenses passaram por formações promovidas pelos bolsistas do PQLP. Essas ações contam com a parceria da Universidade Nacional Timor Lorosa'e (UNTL), do Instituto Nacional de Formação Docente e Profissionais da Educação (Infodepe) e com o apoio da Embaixada Brasileira em Díli, capital do Timor-Leste.

Bolsistas do PQLP chegaram em solo timorense, atuando em ações focadas no ensino de língua portuguesa (foto: PQLP)
Bolsistas do PQLP chegaram em solo timorense, atuando em ações focadas no ensino de língua portuguesa (foto: PQLP)

A coordenação acadêmica do PQLP, realizada pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e os articuladores pedagógicos realizaram, no final de maio, reunião com os novos bolsistas, apresentando os principais eixos do programa, as bases teórico-metodológicas, as demandas educacionais e uma imersão ao curso de tétum, língua falada pela maioria dos timorenses. Todo esse esforço tem o objetivo de contribuir para o fortalecimento da língua portuguesa naquele país.

Os brasileiros receberam uma imersão ao curso de Tétum, língua falada pela maioria dos timorenses. (foto: PQLP)
Os brasileiros receberam uma imersão ao curso de Tétum, língua falada pela maioria dos timorenses. (foto: PQLP)

PQLP
O PQLP é uma iniciativa coordenada pela Diretoria de Relações Internacionais da Capes em parceria com a UFSC e o Ministério das Relações Exteriores (MRE). O programa teve início em 2005. A meta é de enviar 50 docentes por ano ao Timor Leste, para atuar na elaboração e revisão de materiais didáticos, acompanhar professores timorenses na implementação de propostas, desenvolver cursos de português como segunda língua, oferecer cursos de língua portuguesa, entre outras atividades.

As bolsas concedidas pelo PQLP possuem duração de seis meses, podendo ser prorrogadas por até outros seis meses. Os candidatos selecionados recebem mensalidade no valor de € 2.100 para a modalidade Estágio Docente e de € 2.300 para a modalidade Articulador Pedagógico, além de passagem, seguro saúde, auxílio instalação e adicional localidade.

(CCS/Capes)

Fim do conteúdo da página