Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Resultados da Avaliação da Capes revelam que pós-graduação teve crescimento de 23% no triênio
Início do conteúdo da página

Resultados da Avaliação da Capes revelam que pós-graduação teve crescimento de 23% no triênio

Escrito por Coordenação de Comunicação Social da Capes | Publicado: Terça, 10 Dezembro 2013 17:41 | Última atualização: Quarta, 21 Maio 2014 20:33

O Sistema Nacional de Pós-Graduação teve crescimento de aproximadamente 23% no último triênio. Essa é uma das conclusões dos resultados da Avaliação Trienal 2013, cuja divulgação aconteceu na tarde desta terça-feira, 10, na sede da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) em Brasília. A região Norte foi a que teve maior crescimento de cursos de mestrado e doutorado, 40%.

resultado-avaliacao-10122013 7775
Ministro ressalta que os resultados da Avaliação apontam para a evolução do sistema. (Foto: Natália Morato – CCS/Capes)

Na Avaliação Trienal 2013, referente ao período de 2010 a 2012, foram analisados 3.337 programas de pós-graduação, que compreendem 5.082 cursos, sendo 2.893 de mestrado, 1.792 de doutorado e 397 de mestrado profissional. O processo foi realizado durante o período de 30 de setembro a 25 de outubro, quando cerca de 1.200 consultores estiveram reunidos na Capes, distribuídos nas comissões de área de avaliação.

Para o Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, os resultados da Avaliação apontam para a evolução do sistema de pós-graduação em direção à qualidade. "Comparando com a Avaliação de 2010, podemos perceber como o modelo é consistente, não há mudanças significativas, o sistema possui uma trajetória constante de expansão e melhoria", enfatiza.

Crescimento
O desenvolvimento do sistema se deu em todas as regiões do Brasil. A região Norte teve 40% de crescimento, seguida pelo Centro-Oeste com 37% e Nordeste com 33%. Sul e Sudeste, regiões com maior número de programas de pós-graduação, tiveram crescimento de 25% e 14%, respectivamente.

resultado-avaliacao-10122013 7789
Dados foram apresentados para imprensa e para membros do Conselho Superior da Capes (Foto: Natália Morato – CCS/Capes)

De acordo com Mercadante, esse crescimento é fruto do esforço de desconcentração da educação superior que o Ministério da Educação tem realizado nos últimos dez anos. "Queremos mudar a realidade recente de estados do Brasil que possuíam menos programas de pós-graduação que uma instituição de ensino superior em São Paulo", afirma.

Para isso o ministro destaca os avanços que podem ser percebidos no resultado da avaliação. "Formamos 10 mil pós-graduados a mais em dois anos. Trata-se de uma fantástica evolução, acompanhada pela produção intelectual. Estamos formando mais, produzindo mais e avançando na produção técnica", conclui.

resultado-avaliacao-10122013 7808
Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste tiveram os maiores índices de crescimentos da pós-graduação no triênio (Foto: Natália Morato – CCS/Capes)

O crescimento da pós-graduação brasileira também pode ser percebido em outros indicadores, como a produção intelectual e o número de mestres e doutores titulados. Dados de produção intelectual apontam um aumento de 34% na publicação de artigos em periódicos científicos (171.969, em 2012) e o número de estudantes que obtiveram título de mestre ou doutor saltou de 50.411, em 2010 para 60.910, em 2012.

Notas
Os programas avaliados receberam conceitos na seguinte escala: 1 e 2, que descredenciam o programa; 3 significa desempenho regular, atendendo ao padrão mínimo de qualidade; 4 é considerado um bom desempenho e 5 é a nota máxima para programas com apenas mestrado. Conceitos 6 e 7 indicam desempenho equivalente ao alto padrão internacional. A cada três anos, todos os cursos em funcionamento são reavaliados.

resultado-avaliacao-10122013 7870
Inserção social dos cursos de pós-graduação foi um dos eixos da avaliação destacado pelo presidente da Capes (Foto: Natália Morato - CCS/Capes)
Entre os critérios da avaliação estão a infraestrutura, a proposta do programa, análise do corpo docente e discente e produção intelectual. Segundo o presidente da Capes, Jorge Almeida Guimarães, um ponto da avaliação é a inserção social do curso. "Analisamos, por exemplo, a integração do programa de pós-graduação com a educação básica e a formação de professores para esse segmento. Também incentivamos que cursos consolidados e mais bem avaliados auxiliem programas mais recentes", explica.

Apenas 1,8% dos cursos avaliados em 2013 receberam conceitos 1 e 2. A maioria dos programas de pós-graduação tem as notas concentradas nas notas 3 e 4, onde se encontram aproximadamente 68% dos programas de pós-graduação.

A análise das notas demonstra também a estabilidade do sistema. Em relação a nota obtida na avaliação anterior, 69% dos programas manteve o conceito obtido em 2010, 23% aumentou de nota e apenas 8% diminuiu.

O diretor de Avaliação da Capes, Livio Amaral, afirma que mesmo com o aumento das notas a avaliação tem se tornado mais rigorosa com o passar dos anos. "O sistema de avaliação é feito de maneira comparativa, então como o crescimento não é apenas numérico, mas qualitativo, o que percebemos é um progresso na produção dos programas que se mantém bem avaliados", explica.

Histórico
A avaliação da pós-graduação stricto sensu é realizada pela Capes desde o ano de 1976. Ao longo de quase 40 anos, se consolidou como instrumento de grande importância para o Sistema Nacional de Pós-Graduação e para o fomento, tanto por parte das agências brasileiras, vários setores governamentais e não governamentais, bem como dos organismos internacionais.

resultado-avaliacao-10122013 7868
Para o diretor de Avaliação da Capes, Livio Amaral, o processo tem se tornado mais rigoroso com o passar dos anos. (Foto: Natália Morato - CCS/Capes)
A avaliação periódica, realizada a cada três anos, resulta em notas que são homologadas pelo Conselho Técnico- Científico da Educação Superior (CTC-ES) da Capes. Os resultados da avaliação fundamentam a deliberação do Conselho Nacional de Educação (CNE/MEC) sobre quais cursos obterão a renovação de reconhecimento para a continuidade de funcionamento.

Reconsideração
O resultado será oficiado às pró-reitorias das respectivas instituições de ensino superior, acompanhados das fichas individualizadas de cada programa de pós-graduação. No ofício constarão orientações acerca de prazo e forma de apresentação de eventuais pedidos de reconsideração.

Acesse a planilha com os resultados da Avaliação Trienal. Conheça o site da Avaliação Trienal.

(Pedro Matos)

Fim do conteúdo da página