Notícias Conselho Técnico-Científico da Capes se reúne para deliberar resultados da Avaliação Trienal

Conselho Técnico-Científico da Capes se reúne para deliberar resultados da Avaliação Trienal

Publicado: Quinta, 21 Novembro 2013 17:56 , Última Atualização: Quarta, 21 Mai 2014 20:33

Entre os dias 18 e 29 de novembro, o Conselho Técnico-Científico da Educação Superior (CTC-ES) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) está reunido em Brasília para deliberar sobre a avaliação e os resultados atribuídos durante a Avaliação Trienal dos cursos de pós-graduação stricto sensu, ocorrido no mês de outubro, em 48 comissões de área.

ctc-es-21112013 5701
A divulgação dos resultados da Avaliação Trienal está prevista a partir do dia 2 de dezembro e serão oficiados às Pró-Reitorias das respectivas IES, acompanhados das fichas individualizadas de cada PPGs. Os pedidos de reconsideração poderão ser feitos até 30 dias após o recebimento dos ofícios.

Avaliação Trienal 2013
A avaliação da pós-graduação stricto sensu é realizada pela Capes desde o ano de 1976. Ao longo de quase 40 anos, se consolidou como instrumento de grande importância para o Sistema Nacional de Pós-Graduação e para o fomento, tanto por parte das agências brasileiras, vários setores governamentais e não governamentais, bem como dos organismos internacionais.

As atividades contaram com 1.200 consultores vindos de todas as regiões do país, distribuídos nas comissões das 48 áreas de avaliação durante quatro semanas. No total, foram avaliados 5.700 cursos de mestrado e doutorado. O processo levou em consideração as atividades dos anos de 2010, 2011 e 2012 e foram consideradas todas as informações prestadas pelos cursos neste período.

ctc-es-21112013 5664
A avaliação cumpre o papel de analisar detalhadamente o panorama e atividades dos programas de pós-graduação no Brasil e, assim, atestar a qualidade dos cursos e acompanhar a qualificação dos mesmos. A avaliação resulta em elementos e indicadores que permitem induzir e fomentar ações governamentais de apoio à pós-graduação. Como decorrência, é possível impulsionar o avanço científico, tecnológico e de inovação e oferecer uma agenda de políticas acadêmico-científicas para diminuir as assimetrias entre regiões do Brasil e áreas do conhecimento.

Acesse os boletins publicados durante a Avaliação Trienal

Compartilhe o que você leu