Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Capes e CNPq ampliam parcerias em áreas estratégicas
Início do conteúdo da página

Capes e CNPq ampliam parcerias em áreas estratégicas

Publicado: Quinta, 09 Setembro 2010 16:23 | Última atualização: Quarta, 21 Maio 2014 21:13

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico (CNPq) firmaram, recentemente, novas parcerias para a implementação de um conjunto de ações, coordenadas pelo CNPq, que darão suporte a programas em biodiversidade e sustentabilidade agropecuária, todos de grande interesse nacional. Essas ações somam-se a outras tradicionalmente conhecidas como o apoio a revistas científicas, ao programa dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCT) e o Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD).

Quatro novas ações foram estruturadas e articuladas com instituições como as fundações estaduais de apoio à pesquisa (FAPs), Embrapa, Ministério do Meio Ambiente, empresas nacionais e instituições estrangeiras, para viabilizar o lançamento de editais que aportam mais de R$ 150 milhões para fomento a projetos de pesquisa e a concessão de bolsas, no país e no exterior, para a formação de recursos humanos de alto nível.

Estão previstos, ao longo dos próximos quatro anos, investimentos da Capes da ordem de R$ 20 milhões, segundo informações do diretor de Programas e Bolsas no País, Emídio Cantidio, para a concessão de bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado aos programas de pós-graduação participantes no conjunto das ações abaixo relacionadas:

Programa ProtaxEdital MCT/CNPq/MEC/CAPES nº 052/2010, cujo objetivo central é a formação de recursos humanos em taxonomia: botânica, zoologia e microbiologia, procurando diminuir a seria lacuna de falta de taxonomistas no país.

Programa Repensa - Edital MCT/CNPq/MEC/CAPES/CTAGRO/CTHIDRO/FAPS/ EMBRAPA nº 022/2010, que visa à criação e financiamento de redes nacionais de pesquisa em Agrobiodiversidade e Sustentabilidade de Agropecuária.

Programa SisbiotaEdital MCT/CNPq/MMA/MEC/CAPES/FNDCT–Ação Transversal/FAPs nº 047/2010, objetiva fomentar pesquisas no âmbito do Sistema Nacional de Pesquisa em Biodiversidade. Programa recém-criado no âmbito do CNPq, como um Biota Nacional, cujo objetivo central é ampliar a competência nacional e o conhecimento sobre a biodiversidade. O edital financiará redes nacionais de pesquisa nos diversos biomas nacionais e grupos taxonômicos que compõem essa imensa riqueza Biodiversidade.

Projeto RefloraEdital MCT/CNPq/FNDCT/MEC/CAPES/FAPs nº 056/2010, tem como objetivo principal o repatriamento de imagens, informações e dados de exsicatas de espécies da Flora brasileira coletadas desde o século 18 por missões estrangeiras no Brasil e depositadas em instituições no exterior. Nesta fase, serão repatriados materiais do Museu Nacional de Historia Natural de Paris e do Royal Botanical Garden de Kew na Inglaterra. Além da formação de recursos humanos e da realização de pesquisas em conjunto com pesquisadores do exterior, será implantado no Jardim Botânico do Rio de Janeiro um Herbário Virtual Autenticado da Flora Brasileira, que será aberto ao publico brasileiro e do exterior. O projeto conta com o apoio de várias empresas brasileiras.

Este conjunto de ações apresenta alta sinergia e complementaridade com outras ações já financiadas pelos governos federal e estaduais e terá grande impacto na pesquisa e na pós-graduação brasileira, além de contribuir para ampliar e consolidar a competência nacional em biodiversidade e sustentabilidade, contribuindo assim para subsidiar as políticas publicas de desenvolvimento, conservação e uso dos recursos naturais. O diretor de Ciências Agrárias, Biológicas e da Saúde, José Oswaldo de Siqueira, ressalta a importância da participação de várias instituições, particularmente das FAPs, para viabilizar ações como estas, mais integradas e com mais realismo para as atividades de CT&I.

(Com informações do CNPq)
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página