Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Brasil expressa satisfação por ajudar Cabo Verde a criar universidade
Início do conteúdo da página

Brasil expressa satisfação por ajudar Cabo Verde a criar universidade

Publicado: Segunda, 22 Agosto 2005 21:00 | Última Atualização: Quarta, 21 Maio 2014 19:57
Brasil expressa satisfação por ajudar Cabo Verde a criar universidade
{mosimage}O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, tratou nesta segunda-feira, 22, da participação do Brasil na instalação da Universidade de Cabo Verde, a primeira instituição pública de ensino superior do país africano. O assunto foi discutido no palácio do Itamaraty, com o primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves, o ministro da Educação, Fernando Haddad, o ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, e o assessor para assuntos internacionais da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia.

Integrantes da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC) visitarão Cabo Verde para implementar o Portal de Periódicos da Capes e estreitar relações no desenvolvimento de projetos de pesquisa. A viagem foi acertada também nesta segunda-feira, num encontro (foto) entre Fernando Haddad e a ministra da Educação e Valorização dos Recursos Humanos de Cabo Verde, Filomena Martins.

O MEC vai dar consultoria técnica no planejamento da universidade e qualificar professores. "É uma satisfação para o governo brasileiro poder ajudar Cabo Verde a instalar sua primeira universidade pública", declarou Haddad. A cooperação brasileira foi acertada pelo presidente Lula, em julho do ano passado.

O governo de Cabo Verde pretende formar no Brasil o corpo de professores da nova instituição. "Precisamos de um programa emergencial para formação de professores que atuarão na universidade", disse Filomena Martins. Dos 300 professores do ensino superior do país, só 3% são doutores e 21%, mestres. O Brasil oferece bolsas de estudo a cabo-verdianos por meio do Programa de Estudantes-Convênio para a Graduação e Pós-graduação. De 2000 a 2005, vieram 1.093 estudantes de graduação e 36 de pós-graduação. Segundo a ministra, a universidade deverá ser instalada em 2006 ou 2007. "Mas o processo de criação já começou com a formação de professores e o acesso ao Portal de Periódicos", explica.

O Portal da Capes é um dos maiores do mundo e o único oferecido pelo governo para pesquisas em pós-graduação. Está disponível para mais de um milhão de estudantes brasileiros, registra 80 mil acessos diários e tem mais de nove mil títulos de fontes nacionais e internacionais de nível acadêmico. Segundo o presidente da Capes, Jorge Almeida Guimarães, a universidade de Cabo Verde será concebida a partir de faculdades já existentes e segundo os padrões brasileiros de instituições públicas de ensino superior. "Para instalar a universidade, precisamos de um diagnóstico dessas faculdades, o que será feito por uma comissão de especialistas da Capes na visita a Cabo Verde", disse.

Características - Cabo Verde é um arquipélago de dez ilhas no Oceano Atlântico, uma ex-colônia portuguesa que servia de parada nas viagens das naus e caravelas na época da colonização. Sua população é de 415.219 habitantes, mas estima-se que haja um milhão de cabo-verdianos vivendo em outros países. (Flávia Nery, da Assessoria de Comunicação do MEC)
Fim do conteúdo da página