Notícias Professores brasileiros vão dar aulas em 19 países
Cultura Brasileira

Professores brasileiros vão dar aulas em 19 países

Publicado: Quinta, 02 Julho 2020 13:54 , Última Atualização: Quinta, 02 Julho 2020 13:54

Iniciativa interministerial envia 20 professores brasileiros para universidades no exterior

02072020 leitorado

Foi publicada nesta quinta-feira, 02, no Diário Oficial da União, o resultado da seleção do Programa Leitorado.  O edital nº 29/2019, lançado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) em parceria com o Ministério das Relações Exteriores (MRE), abria vagas para 20 professores brasileiros atuarem em instituições de ensino superior, em 19 países.

Além de promover a língua, cultura e literatura do Brasil no exterior e aumentar o acesso de professores brasileiros a centros internacionais de excelência, o Leitorado oferece a oportunidade de profissionais atuantes no País e no exterior colaborarem entre si. Pela modalidade Leitor, os selecionados vão lecionar disciplinas relacionadas à língua e à cultura brasileiras e, entre outras atividades, participar de projetos acadêmicos com duração de dois anos, que podem ser prorrogados por igual período.

Participam da iniciativa Angola, Bolívia, Chile, China, Coreia do Sul, Equador, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Guiné Bissau, Hungria, Israel, Índia, Japão, Líbano, México, Peru e Reino Unido. Por isso, os professores formados em nível de licenciatura precisaram comprovar experiência no ensino de língua portuguesa e proficiência em inglês, francês, espanhol, italiano ou alemão, conforme o exigido pela instituição à qual se candidataram.

À CAPES coube a seleção e indicação dos professores, aptos com base nos critérios estabelecidos no edital. Agora o MRE, financiador dos benefícios, definirá e habilitará o resultado final, previsto para ser divulgado ainda em julho. As atividades devem começar no segundo semestre de 2020.

Confira o resultado preliminar do edital nº 29/2019.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Compartilhe o que você leu