Notícias Mais de 12 mil pesquisadores tiveram as bolsas prorrogadas
COVID-19

Mais de 12 mil pesquisadores tiveram as bolsas prorrogadas

Publicado: Sexta, 22 Mai 2020 12:53 , Última Atualização: Sábado, 23 Mai 2020 09:22

Medida permite que instituições de ensino superior estendam prazo das bolsas por até três meses e vale para os bolsistas de mestrado e doutorado ativos da CAPES no Brasil.

20052020 FOTO DENTRO MATERIA BALANÇO PRORROGACAO

Mais de 12 mil bolsistas no país já tiveram os benefícios prorrogados por até três meses. A medida foi implementada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) no início de maio.

Os pedidos devem ser feitos por cada Instituição de Ensino Superior (IES), Coordenação de Programa de Pós-graduação ou instância similar diretamente no Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios (SCBA). A Portaria nº 55 autoriza a extensão do benefício a qualquer momento durante a vigência da bolsa conforme critérios estabelecidos no documento.

Benedito Aguiar, presidente da CAPES, destaca: "Nosso esforço é justamente na direção de ajudar nossos bolsistas, dando mais tempo para concluírem com êxito suas pesquisas”.

Leonardo Domingues, aluno do programa de pós-graduação em Meteorologia da Universidade de São Paulo (USP), teve o andamento de pesquisa afetado pelo isolamento social. Com a bolsa expirando em maio, a prorrogação vai permitir que ele tenha mais tempo para finalizar a tese.   “Essa possibilidade me trouxe muita alegria e satisfação. Esta é uma etapa em que eu gostaria de escrever com calma e bastante atenção” afirmou.

A CAPES recomenda que as instituições prorroguem a duração das bolsas de mestrandos e doutorandos cujas atividades tenham sido prejudicadas com as restrições decorrentes do isolamento social, necessário ao combate à pandemia da COVID-19. Durante o período de extensão do benefício, as cotas continuarão ocupadas no sistema e não poderão ser utilizadas para inclusão de outros bolsistas.

Avaliação
A Portaria traz também a exclusão da variável de tempo de titulação da avaliação dos programas de pós-graduação no quadriênio 2017-2020. Com isso, a implementação da medida não terá impacto no resultado da avaliação.

Esforços
A prorrogação das bolsas de mestrado e doutorado no país é apenas uma das medidas da CAPES para mitigar o impacto da COVID-19 na pós-graduação brasileira.

Desde o início da pandemia, a CAPES prorrogou a duração de bolsas internacionais, financiou o retorno antecipado de pesquisadores ao Brasil, além de alterar prazos relacionados à avaliação.

Para auxiliar os pesquisadores no combate ao vírus, a CAPES lançou o Programa Estratégico Emergencial de Combate a Surtos, Endemias, Epidemias e Pandemias, com investimento de R$ 200 milhões, 2.600 bolsas de pesquisa para cursos das áreas de Saúde e Exatas e apoio a até 87 projetos de pesquisa.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Compartilhe o que você leu