Notícias CAPES fecha ano com crédito adicional de R$ 200 milhões
RECURSOS

CAPES fecha ano com crédito adicional de R$ 200 milhões

Publicado: Sexta, 13 Dezembro 2019 13:54 , Última Atualização: Segunda, 16 Dezembro 2019 15:00

A CAPES terá mais recursos este ano para executar seus programas voltados à pós-graduação e formação de professores da educação básica. Nesta sexta-feira, 13, a fundação recebeu R$ 200 milhões em crédito adicional ao seu orçamento. Com o novo recurso, o orçamento da CAPES chega a R$ 4,19 bilhões em 2019, valor 9% superior aos R$ 3,84 bilhões de 2018.

“Esse crédito adicional mostra a prioridade do governo em relação à educação, pós-graduação e formação de professores. Estamos cumprindo todos os compromissos assumidos ao longo do ano e dando passos sólidos para avançarmos ainda mais em 2020”, afirma Anderson Correia, presidente da CAPES.

Em novembro, a CAPES já havia recebido a liberação de 100% dos seus recursos que estavam contingenciados. A Coordenação paga, atualmente, cerca de 200 mil bolsas de pós-graduação, no Brasil e no exterior, e de formação de professores.

Apenas neste ano, 16 editais em cooperação internacional foram lançados, com oportunidades para estudantes brasileiros buscarem formação de alto nível fora do País. Ainda em 2019 foi criado o Programa Ciência é 10, que beneficiará 400 mil crianças e adolescentes por meio da formação continuada de 4 mil professores de ciências.

Os valores adicionais serão investidos em bolsas da pós-graduação no Brasil e no exterior, e de formação de professores da educação básica. Também serão destinados à manutenção do Portal de Periódicos, que atende estudantes e pesquisadores de mais de 400 instituições de ensino superior.

Outros quatro programas irão destinar mais de 80 milhões para a pesquisa na Amazônia Legal. Além disso, serão investidos 200 milhões na concessão de 1,8 mil bolsas em áreas estratégicas para o desenvolvimento regional, em parceria com os estados. “São exemplos de um conjunto de ações que valorizam a educação e apontam para uma melhoria dos nossos indicadores de desempenho, no Brasil e internacionalmente”, ressalta o presidente da CAPES.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Compartilhe o que você leu